Olá! Vem descobrir alguns tesouros da Nazaré!

Olá! Nós somos o Miguel, a Maria e a Flor.
Aqui encontras as soluções do livrinho “7 Tesouros da Nazaré”!
Ainda, podes ficar a saber mais sobre cada um destes tesouros.

intro-7tesouros
Tesouro 1: Canhão da Nazaré
(este é o tal que “dispara” ondas?)
Tesouro 2: Casas da Nazaré
(que ruas e casinhas mais fofas!)
Tesouro 3: Trajes da Nazaré (não ponhas a algibeira na cabeça!)
Tesouro 4: Carapau Seco
(os peixes também se bronzeiam?)
Tesouro 5: Barcos da Nazaré (batel, candil, galeão – o que é isto?)
Tesouro 6: Submarino Alemão (quem afundou o submarino?)
Tesouro 7: Ondas Gigantes (a que horas “dá” a onda gigante?)

Estás pronto?

Já agora, gostavas de saber quem fez o livrinho “7 Tesouros da Nazaré”?

Tesouro 1: Canhão da Nazaré

Sabias que o canhão da Nazaré é o maior vale submarino da Europa e um dos maiores do mundo, que chega a atingir 5.000 metros de profundidade?
No canhão da Nazaré há muita vida, mesmo a grandes profundidades: destes 9 tipos de bicharocos, há 7 espécies que vivem aqui – quais são?

Eis as soluções:

book_7TesourosNazare-solucoes-light_20151216-1

As baleias e os peixes-palhaço não fazem parte do vasto conjunto de espécies que se encontram no canhão da Nazaré. As 7 espécies que fazem do canhão da Nazaré a sua casa são as seguintes:

  1. Coral (Gorgonian coral)
  2. Enguia (Synaphobranchus kaupii)
  3. Cação (Deania calcea )
  4. Abrótea-do-alto (Mora moro)
  5. Tubarão de seis guelras (Hexanchus griseus )
  6. Anémona (Cernachid anemone)
  7. Estrela do mar (Ophiura concreta)

Neste vídeo do projecto de investigação HERMES podes ver alguns destes bicharocos, tais como a abrótea, a enguia e até mesmo um tubarão!

Aqui podes conhecer mais um pouco sobre o canhão da Nazaré – este é um curto documentário de 2006-2007, sobre este vale submarino:

Para saber mais sobre a vida existente no canhão da Nazaré, vê este artigo científico, que é em Inglês, mas está muito bem ilustrado – pede ajuda a alguém mais velho para traduzir e explicar:

Tyler, T. Amaro, R. Arzola, M.R. Cunha, H. de Stigter, A. Gooday, V. Huvenne, J. Ingels, K. Kiriakoulakis, G. Lastras, D. Masson, A. Oliveira, A. Pattenden, A. Vanreusel, T. Van Weering, J. Vitorino, U. Witte, and G. Wolff. (2009) “Europe’s Grand Canyon: Nazaré Submarine Canyon”. Oceanography 22(1):46–57. http://dx.doi.org/10.5670/oceanog.2009.05.
Disponível em: http://www.tos.org/oceanography/archive/22-1_tyler.html

Tesouro 2: Casas da Nazaré

O centro histórico da Nazaré é maravilhoso, com muitas ruas estreitinhas que vão dar ao mar.
Vale mesmo a pena conhecer estas ruas antigas da Nazaré: descobre onde ficam estas 7 casinhas.

Eis as soluções:

book_7TesourosNazare-solucoes-light_20151216-2

Estas casinhas encontram-se nas seguintes ruas:

1. Casa da Taberna do Ti’ Zelino na Avenida da República (junto à Igreja de Santo António)
2. Chalets da Avenida da República (a seguir à Igreja de Santo António)
3. Casa da Rua Adrião Batalha nº 87
4. Casa da Rua Adrião Batalha nº 124
5.
Casa da Rua Adrião Batalha nº 130
6. Casa-Museu do Pescador na Rua J. Sousa Lobo nº 108
7. Casas da Rua da Pátria (a cerca de 50 metros acima da Rua Sub-Vila)

Agora é mais fácil ir ver cada uma destas bonitas casas!

Tesouro 3: Trajes da Nazaré

As roupas típicas da gente da Nazaré são bem bonitas e invulgares, em particular o traje das mulheres – ainda hoje muitas vestem as 7 saias.
O Miguel e a Maria decidiram vestir-se a rigor, mas enganaram-se em 7 detalhes: consegues descobrir o que está mal?

Eis as soluções:

book_7TesourosNazare-solucoes-light_20151216-3.gif
As peças de roupa que estão trocadas são estas:

1. Chapéu
2. Rendas na camisa
3.
Avental
4.
Saias sem avental
5.
Barrete
6.
Camisa sem rendas
7.
Cinta preta

A ver se agora se vestem como deve ser!

Tesouro 4: Carapau Seco

Na Nazaré continua-se a secar peixe ao sol – que era a melhor forma de conservar o peixe, antes da invenção do frigorífico.
O carapau seco começa a ser usado também por grandes chefs de cozinha. Já agora, sabes que nome se dá aos carapaus com poucas horas de seca ao sol?

Eis a solução:

book_7TesourosNazare-solucoes-light_20151216-4

A resposta correcta é Carapau Enjoado!

Para saber mais sobre a seca de peixe na Nazaré, espreita estas páginas:

MatrizNet (n.d.) “Seca do peixe – ficha de património imaterial”. Website MatrizNet. Disponível em: http://www.matriznet.dgpc.pt/MatrizNet/Imateriais/ImateriaisConsultar.aspx?IdReg=9

Prado Coelho, Alexandra (2014) Seco que nem um carapau da Nazaré. Jornal “Público”. Disponível em: http://www.publico.pt/temas/jornal/seco-que-nem-um-carapau-da-nazare-28252653

Tesouro 5: Barcos da Nazaré

Vê-se cada vez menos destes barcos típicos no mar, mas é possível admirar alguns na praia.
Há muitos tipos de barcos da Nazaré, com diferentes dimensões e formas, para usos distintos: sabes quais são os nomes correctos?

Eis as soluções:

book_7TesourosNazare-solucoes-light_20151216-5

Os nomes certos destes barcos típicos da Nazaré são os seguintes:

  1. Barca Salva-vidas
  2. Candil
  3. Galeão
  4. Traineira
  5. Barco de Arte Xávega
  6. Batel
  7. Bote

Alguns destes barcos estão expostos ao público perto da antiga Lota da Nazaré: é obrigatório visitar!

 

Tesouro 6: Submarino Alemão

Sabias que há um submarino alemão no fundo do mar da Nazaré? A tripulação afundou de propósito o submarino, mas ainda hoje não se sabe porquê…
Tenta descobrir nesta imagem os destroços do submarino alemão que aqui veio parar no final da 2ª Guerra Mundial: no total são 7 pedaços e peças.

Eis as soluções:

book_7TesourosNazare-solucoes-light_20151216-6

Aqui podes ver um curto documentário sobre o afundamento misterioso deste submarino, realizado em 2006-2007:

Para saber mais sobre o submarino alemão, acede a esta página:

Quico, Célia (2008) “Qual o mistério guardado pelo submarino alemão U-963 afundado no final da 2ª Guerra Mundial ao largo da Nazaré?”. Disponível em <http://nazare-portugal.blogspot.com/2008/06/qual-o-mistrio-guardado-pelo-submarino.html >